Home > Novidades

Cephas passa a contar com laboratório que estimula criatividade


Labmaker Cephas possibilitará que os alunos passem a conviver com máquinas de ponta – Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Avelino Israel
Fundhas

O Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) passou a contar com um laboratório compartilhado que estimula vários eixos tecnológicos e que visa a fabricação digital. Batizado de Labmaker Cephas, o novo ambiente foi entregue em solenidade na sede do centro nesta terça-feira (29), às 14h. O Cephas é ligado à Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza).

O Labmaker Cephas possibilitará que os alunos passem a conviver com máquinas de ponta que proporcionam o desenvolvimento da criatividade e do empreendedorismo, transformando a teoria em prática. Os alunos passarão a aprender ‘colocando a mão na massa’, estimulando a cultura do ‘faça você mesmo’.   

Cursos livres

O novo laboratório quer aproximar os alunos dos seus interesses, mas de maneira prática, visando estimular a aprendizagem, a investigação educacional e criativa, as habilidades técnicas digitais, as competências sócio emocionais, críticas e criativas; além de promover um ambiente de colaboração e trabalho em equipe.

Os equipamentos estarão diretamente ligados a componentes curriculares de alguns cursos técnicos do Cephas e também possibilitarão a oferta de cursos livres ao público externo, estimulando a cultura criativa e diversidade de possibilidades de utilização e criação do digital para transformação no físico real.

Capacitação

A priori, o Labmaker será utilizado nos cursos técnicos do Cephas com eixos tecnológicos da indústria (eletrônica e mecânica), que podem desenvolver desenhos digitais, peças para finalização de projetos, entre outras ideias acadêmicas que possam otimizar processos e facilitar meios de desenvolvimento de ideias.

O laboratório também estará à disposição da capacitação de professores, educadores sociais da área da indústria e com vivências junto aos adolescentes que podem ser estimulados ao mundo da criação e à continuidade aos estudos, que pode ocorrer no Cephas, com a realização de um curso técnico.

Cultura maker

O conceito da cultura maker surgiu da vontade e necessidade das pessoas de construir, consertar, modificar e produzir objetos por conta própria. Significa que qualquer pessoa que possua as ferramentas, os materiais necessários e o conhecimento para a execução de um determinado projeto, pode criar suas próprias soluções para problemas do dia a dia.

Os principais pilares da cultura maker são: o projeto deve ser simples, funcional e sem complicações na execução; ter objetividade, adaptação, inclusão, praticidade e facilidade de construção. As novas tecnologias como a placa Arduíno, impressoras 3D, cortadoras a laser e kits de robótica incentivou e popularizou esse movimento.

Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza)
Rua Tsunessaburo Makiguti, 399 – Floradas de São José
Tel.: (12) 3934-1995