Fundhas é homenageada com um rap

Falante, muito educado e atencioso, Rian Chagas de 12 anos, atendido pela unidade Dom Bosco, da Fundação Hélio Augusto de Souza, está iniciando sua carreira de rapper. “Já fiz três composições até agora, uma para a minha escola, outra para meus professores e a terceira foi para os 34 anos da Fundhas”, revelou.

Morador do bairro Nova República, Rian conta que se inspirou no irmão mais velho, Renan, para iniciar no rap. Ele contou que o irmão era rapper, e que chegou a se apresentar “até no Conexão Juventude, mas deixou porque precisou trabalhar”.

A homenagem para o aniversário da Fundhas nasceu durante a aula de Lego. “A professora me incentivou, e para as rimas comecei a pesquisar as palavras na internet, pois elas precisam ter sentido e fiz o primeiro refrão, daí foi surgindo a letra.”

Como qualquer adolescente, Rian gosta de andar de bicicleta e brincar com os amigos, mas afirmou que gosta “demais das aulas de matemática”. Outra coisa que o diverte é procurar as rimas para suas letras. “Sou determinado”.

Em abril a Fundhas completou 34 anos de serviços à população de São José dos Campos, e Rian fez um pequeno show para os colegas da unidade, em homenagem à instituição que frequenta há 4 anos. “O rap é a minha maneira de expressar com palavras”, conclui.