Centro de Inovação da Fundhas recebe educadores


Equipe pedagógica e técnica foi acolhida com reunião de integração e planejamento – Foto: Divulgação

A partir desta segunda-feira (3), o Centro de Inovação e Iniciação Profissional da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), no Parque Industrial, região sul da cidade, recebe os professores e educadores para mais um ano letivo.

O local terá cerca de 35 profissionais e poderá atender até 800 alunos por dia, com realidade virtual, laboratório de informática aplicada, espaço de criatividade, Sala Google e espaço robótica para oferecer mais de 20 cursos.

O Centro de Inovação conta com ambientes modernos, contendo oficinas, sala de trabalho individual para os professores, espaço para materiais didáticos, 11 salas de aulas, 13 laboratórios e sala dos professores com televisão, wifi e que receberá ar-condicionado.

A equipe da Divisão de Serviços Gerais trabalhou nas obras de revitalização e também na decoração temática das salas, com móveis novos e coloridos, uso de materiais sustentáveis em pufes, mesas e luminárias, tudo isso em uma área de cerca de 1.800 metros quadrados.

Boa surpresa

Para a educadora Sandra Tursi, que trabalha na Fundhas há 18 anos, o ano começa com boa expectativa e animação.

“Hoje tivemos uma grata surpresa. É muito bom ser recebida dessa forma e saber que estes espaços serão, principalmente, para nossos adolescentes. Um ambiente aconchegante estimula os profissionais e os alunos. Quero que eles cheguem logo para mais um ano”, disse.

O professor de Português João Rodrigues de Santana, que leciona na Instituição há 16 anos, também aprovou os espaços que conheceu nesta segunda-feira.

 “A expectativa para este ano é boa. Temos um desafio: a equipe agora é maior, mas se tivermos boa vontade e quisermos desempenhar um bom trabalho, dá tudo certo”, afirmou.

“Fizemos a acolhida dos educadores, com uma dinâmica de integração do grupo, e sentimos que estão otimistas com a proposta. Vamos fazer o planejamento, com programação do início de semestre, e organizar uma acolhida para os adolescentes, que voltam na quinta-feira”, explicou a orientadora pedagógica Brenda Ribeiro Rodrigues.

“Com uma oferta maior de recursos para os educadores utilizarem com os alunos, vamos ressignificar o conteúdo. O ambiente favorece a aprendizagem, estimulando a criatividade e com mais recursos para todos”, destacou a orientadora.

Inovação no espaço e atendimento

Inovar para atender às crianças e aos adolescentes do século 21 é o desafio que tem norteado projetos e ações da Fundhas alinhados ao mapa estratégico institucional.

Além dos atendidos com idades entre 15 e 18 anos, o espaço também irá receber jovens da comunidade para cursos rápidos por meio do Programa Primeira Chance, que oferece oportunidades para jovens empreenderem ou começaram no mercado profissional com qualificação profissional.

O foco dos cursos, projetos e atividades está em desenvolver pensamento crítico e resolução de problemas, trabalho em equipe, criatividade, inovação, liderança, comunicação e tecnologia da Informação.

As oportunidades são nas áreas de Gestão e Negócio, Ambiente e Saúde, Produção Cultural e Design, Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Produção Alimentícia, Turismo, Hospitalidade e Lazer, entre outras.

Fundhas

Mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, ao longo dos 32 anos de existência, a Fundhas contribuiu com a formação de mais de 30 mil crianças e jovens do município, que viram em seus projetos a possibilidade de realizar sonhos e de crescimento profissional.

Fique por dentro das ações que a Fundação realiza em São José pelo Facebook, na página Fundhas SJC, e pelo Instagram.