Atendida da Fundhas é destaque em programa da Johnson

Jovem ficou entre os cinco melhores alunos do programa Mil Devs – Foto: Divulgação

Ariane Caldas
Fundhas

Garra e determinação levaram Rafaelle Cristine Santos da Silva, atendida da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), à premiação dos melhores alunos do programa Mil Devs – Talentos para o bem na Saúde, oferecido pela Johnson & Johnson. 

A conquista é resultado de mais de 300 horas de formação em programação e sistemas. Após cinco meses de curso, os estudantes comemoraram o desempenho em uma cerimônia no Instituto Johnson, no bairro Butantã, em São Paulo.

“Estar entre os cinco melhores foi uma validação externa de que meu esforço está valendo a pena”, disse Rafaelle sobre a premiação.

Acompanhada do avô, a jovem agradeceu a oportunidade e falou emocionada sobre a passagem pelo programa. “Eu quero ser fonte de inspiração para outras pessoas, mostrar que somos capazes. Eu consegui”, disse. 

Para o Mil Devs, a Fundhas indicou mais de 100 alunos para o processo seletivo. Desses, 20 foram aprovados e participaram da capacitação. 

A parceria com a Johnson & Johnson potencializa outros programas já realizados pela Fundhas no que diz respeito à formação profissional, inovação e inserção ao mercado de trabalho.

Contratação

Em meio a uma turma de 80 jovens, Rafaelle despertou o interesse dos recrutadores. Em 2022, a jovem passa a integrar a equipe de Tecnologia da Informação da J&J na unidade de São José dos Campos.

Ao longo do curso os estudantes foram avaliados pela frequência, participação nas aulas e entrega dos exercícios. Apesar da dedicação, a notícia da contratação pegou a jovem de surpresa. “Eu não acreditei, foi mais um sonho realizado”, afirmou. 

Rafaelle começa a trabalhar em janeiro e está animada para o novo desafio. “Eu espero continuar nesse caminho de esforço, e dar muito orgulho para a minha família e empresa”, finaliza.