Fundhas retoma capacidade total das unidades de forma gradativa

Ariane Caldas
Fundhas

A alegria da garotada estava estampada nos olhos. O toque ao encontrar os amigos e o uso de álcool em gel já fazem parte da rotina. E as crianças, atentas, continuam seguindo à risca todos os cuidados. 

Com o fim do distanciamento obrigatório, a unidade Dom Pedro 1º da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) foi a primeira a voltar ao ritmo normal de atendimento nesta quarta-feira (3).  

Com capacidade para receber até 150 alunos por período (manhã e tarde), a unidade iniciou o contato com as famílias na semana passada, e o feedback foi positivo. “A receptividade foi muito boa, e as crianças estão animadas com o retorno de todos os amigos”, conta Andreia Machado. 

A gestora ainda explica que o refeitório é o único lugar onde os alunos ficam sem máscara, e por isso ainda estão seguindo o protocolo de escalonamento para as refeições. “Tudo está ocorrendo tranquilamente e todos estão colaborando bastante”, afirma. 

Para operacionalizar com 100% da capacidade, a instituição renovou o mobiliário e adquiriu novos conjuntos de mesas trapezoidais para as salas de atividades. A unidade passou por reforma e o prédio foi entregue em 6 de outubro, com todos os ambientes revitalizados. 

A instituição optou pelo retorno gradual, com o objetivo de garantir a segurança e a qualidade no atendimento a todas as crianças e adolescentes. A expectativa é que em dezembro todas as unidades estejam atendendo com a capacidade total. 

Como medida de prevenção e controle, a Fundhas investe também na sanitização de todos os ambientes, que é realizada uma vez por semana.