Primeira Chance desenvolve postura profissional de jovens

Programa tem como objetivo qualificar os jovens para a primeira oportunidade profissional – Foto: Adenir Britto/PMSJC

Ariane Caldas
Fundhas

Dois encontros marcaram a segunda semana do programa Primeira Chance realizado pela Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), no auditório do Centro da Juventude, na região sul. 

Os módulos apresentados abordaram temáticas relacionadas ao mercado de trabalho e a postura profissional e contou com a participação do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) e a Assecre (Associação dos Empresários das Chácaras Reunidas). 

Em um formato mais dinâmico, a edição registrou a presença de 35 jovens como Manoela Camargo Jorge, de 18 anos. Ela contou que gostou muito da palestra. “Foi explicado detalhes de como fazer um currículo, pois mesmo bom, pode ser melhorado.” 

Outra coisa que chamou a atenção da jovem foram as dicas de como se comportar numa entrevista. “Acho esse tipo de formação um aliado, pois mostra como a vida no trabalho adulto não é esse monstro todo que a gente imagina”, refletiu.

Já os representantes da Assecre abordaram os desafios profissionais e a dificuldade de encontrar mão de obra qualificada. Wagner Siqueira é empresário e diretor executivo da associação, para ele o principal requisito do mercado de trabalho é como o colaborador vai agir dentro da organização. “A questão comportamental é o diferencial. É o que eu busco quando abro uma vaga, por exemplo, perceber se o profissional interage positivamente com a equipe, como ele corresponde a um desafio, a proatividade”, explica. 

Assuntos como as transformações do mercado de trabalho, indústria 4.0, tecnologia e programação também foram abordados. 

O programa segue para a terceira semana. Ao final dos módulos presenciais, os jovens participantes podem estender a capacitação, optando por um dos cursos de qualificação profissional à distância oferecidos pelo Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza).