Exposição de telas retrata super-heróis da pandemia

A Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) continua trabalhando a pandemia do novo coronavírus de diversas maneiras. Na unidade Sede, foi realizada uma roda de conversa sobre a covid-19 com as crianças e adolescentes. Dentre os temas abordados, os professores propuseram uma reflexão sobre os heróis da pandemia. Ao serem questionados, os alunos foram unânimes e citaram os médicos, enfermeiros e profissionais da saúde como salvadores. 

Como homenagem a todos que estão na linha de frente no combate à doença, as crianças realizaram, durante a aula de artes, pinturas em telas para representar esses profissionais. A proposta foi desenvolvida dentro do universo jovem e cada criança escolheu um super-herói para ilustrar. 

Camila Veloso, 12 anos, pintou a mulher-maravilha e ficou muito feliz com a atividade. Para ela, foi uma oportunidade para se expressar. Já Miguel Boaventura, também de 12 anos, além de achar legal pintar, destacou que o melhor era “prestar uma homenagem aos médicos e enfermeiras”. 

A exposição Super-heróis será itinerante dentro do complexo da sede, localizada na região sul. Funcionários, assistidos e familiares poderão apreciar as telas ao longo de duas semanas. 

Pandemia 

A Fundação segue as orientações do Plano São Paulo e reforça durante as atividades, a obrigatoriedade do uso de máscara, demonstrando a importância da lavagem das mãos, distanciamento, entre outras medidas.

Ainda como prevenção, a instituição realiza medição de temperatura nas portarias de entrada, distribuição de álcool em dispensers colocados em vários pontos, cartazes  e sanitização de todos os ambientes.