Fundhas incentiva leitura com visita a exposições artísticas

A leitura possibilita um mundo de descobertas, aprendizados e novidades para todos. Para incentivar essa prática e reconhecer os alunos que mais emprestaram e leram livros e gibis, a Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) de Eugênio de Melo levou um grupo de crianças para passeio cultural em São Paulo nesta quarta-feira (23).

Acompanhados por educador de Artes e equipe técnica, os estudantes, com idades entre 6 e 9 anos, visitaram duas exposições artísticas no Centro Cultural Fiesp, na Avenida Paulista.

Aula em galeria de arte

A aula diferente aconteceu enquanto meninos e meninas percorriam os espaços e conheciam obras artísticas de duas exposições: “Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau” e “Olá Maurício”, em comemoração aos 60 anos de carreira do brasileiro Maurício de Souza, criador da Turma da Mônica. Ambas têm classificação indicativa livre, são gratuitas e vão até o dia 15 de dezembro.

Kaique Brito, 10 anos, aprovou a experiência diferente. “Eu gostei de ver a placa do Youtube que tem a Turma da Mônica”, disse em referência ao “play de diamante”, que o canal na internet dos personagens de gibi recebeu pelos 10 milhões de inscritos.

A aluna Giovana Belly, 8 anos, gostou de ver os personagens e ficou encantada com a escrivaninha que o autor Maurício de Souza usava para produzir as histórias em quadrinhos.

Os dois são alguns dos alunos destaques na dedicação à leitura de histórias em quadrinhos, empréstimos de livros e participação nas aulas de Português da Unidade Eugênio de Melo que atende crianças e adolescentes, com idades entre 6 e 14 anos.

A Fundhas proporciona a seus atendidos projetos e atividades culturais que visam ampliar a bagagem de aprendizados e as experiências de vida, para o desenvolvimento sadio e a emancipação social. 

Emancipação social 

Mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, ao longo dos 32 anos de existência, a Fundhas contribuiu com a formação de mais de 30 mil crianças e jovens do município, que viram em seus projetos a possibilidade de realizar sonhos e de crescimento profissional.

A Instituição atende crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social e é o maior projeto social do município. Entre as ações estão atividades voltadas à música, dança, teatro, artes, sustentabilidade e meio ambiente, comunicação, reforço escolar, entre outras.

Os adolescentes a partir dos 15 anos têm como opção as unidades que oferecem qualificação profissional e são coordenadas pelo Cephas.

O Centro Educacional da Fundhas tem como finalidade oferecer educação profissional através de cursos de formação inicial e continuada, programa de aprendizagem profissional e de cursos técnicos de nível médio para adolescentes, jovens e a comunidade joseense. 

Fique por dentro das ações que a Fundação realiza em São José pelo Facebook, na página Fundhas SJC, e pelo Instagram.