Fundhas inaugurou Centro de Estudos Ambientais e de Empreendedorismo Ecológico




Mais de sessenta pessoas participaram no dia 31 de outubro, da inauguração do Centro de Estudos Ambientais e de Empreendedorismo Ecológico em sua sede – Rua Santarém, 560, no Parque Industrial, região sul de São José dos Campos.


Crianças de 6 a 14 anos participaram de uma visita monitorada, conheceram os viveiros de plantas e a horta orgânica, realizaram a colheita de morangos e de acerola, aprenderam um pouco mais sobre a vida das carpas e realizaram o plantio de mudas de macieira.


Após a visita todos participaram de  um brunch com quitutes feitos pelos alunos e profissionais da padaria escola, do curso de o panificação e confeitaria. Em toda a produção das guloseimas foram utilizados ingredientes colhidos nos espaços orgânicos do Centro.


O Centro de Estudos ocupa uma área de 3.000 metros quadrados e servirá de plataforma para o desenvolvimento de ações empreendedoras, com foco na sustentabilidade.



O objetivo desta iniciativa é despertar sensações, oferecendo o aprendizado diferenciado ao aluno da Fundhas em espaço projetado para a produção de várias espécies de plantas. Além disso, promover vivências práticas e ações empreendedoras com o Programa Socioambiental.



Até dezembro, a visitação ficará restrita aos estudantes das unidades da Fundação e, a partir de fevereiro de 2018, será aberta ao público, com agendamento prévio para visitação e cursos rápidos de empreendedorismo ecológico. Será possível aprender, por exemplo, a criar peixes em espaços pequenos para a subsistência diária.



 O que está disponível no Centro de Estudos Ambientais:



. Sistema de captação e utilização de águas pluviais – capacidade de 15 mil litros



. Processo de revitalização do solo (minhocultura e microorganismo)



. Biofertilização (produção e cultivo consorciado piscicultura)



. Aquaponia (criação de peixes e plantas consorciadas)



. Viveiros de plantas



. Sistema de compostagem



. Orquidário



 . Fogão a lenha



. Horta orgânica e áreas frutíferas





Fonte: Não Informou
 
[Voltar]   [Índice de Notícias]