Fundhas entrega atividade pedagógica a crianças e adolescentes

Paula Pessoa
Fundhas

Em cerca de sete meses, crianças e adolescentes da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) receberam atividades pedagógicas impressas para o período de isolamento social. Cerca de 63 mil cadernos de atividades foram distribuídos, divididos por eixos de aprendizagem e fases.

Além dos materiais impressos, que foram entregues nas casas e disponíveis para retirada nas Unidades, a Instituição disponibilizou atividades online no site, com fornecimento de chip de internet para um grupo de atendidos. A iniciativa poderá ser ampliada.

Por meio da ação, a Fundhas manteve o planejamento e os projetos pedagógicos, participou de concursos culturais, como o Cartaz da Paz em parceria com o Clube Lions, pesquisas de satisfação com os alunos, rematrículas, além de fortalecer o vínculo com seu público-alvo. Demais atendimentos e aulas presenciais estão suspensos, seguindo as normas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus.

Atividades online e impressas

A retirada dos materiais ficou disponível para as famílias dos atendidos de cada unidade, durante o horário de funcionamento, e respeitando todas as medidas de segurança e prevenção, com álcool em gel ao alcance de todos, entrada obrigatória com máscara e mantendo o distanciamento social, sem aglomerações. A Instituição segue medidas de prevenção previstas em seu plano de contingência.

Preparando para o futuro

Os irmãos Letícia e Matheus do Nascimento frequentam a Sede, no Parque Industrial há quatro anos. Eles fazem as atividades em casa junto com as tarefas da escola. “Eu adoro fazer as cruzadinhas e sinto saudades dos professores da Fundhas. Acho a Fundhas muito boa porque dá conteúdo e oportunidades para nós crianças”, diz Matheus.

“Quando puder voltar às atividades eu quero muito ir pra Fundhas. Porque é onde aprendo, tenho amigos e me preparo para o futuro. Quero ajudar minha família e trabalhar como médica”, diz a sorridente Letícia. 

Thaís Cristina de Oliveira, 32 anos, é mãe de Richard Gabriel, 11 anos, e Thierry Guilherme, 10 anos, ambos da Unidade Embraer, no Putim. A família recebeu os materiais impressos em casa e aprovou a iniciativa. 

“Estou gostando das atividades, tem sido muito bom. Meus filhos estão o tempo todo em casa e fazem os trabalhos, é uma forma deles ocuparem bem o tempo e matarem saudades da Fundhas”, comenta Thaís. 

Para os irmãos, “a Fundhas ajuda a aprender respeito, disciplina e ter educação com todos”. 

Fundhas em ação

Durante o período de isolamento social devido a pandemia do novo coronavírus,  a Fundhas continuou em ação, mantendo as atividades administrativas, de manutenção e pedagógicas, e preparando para o retorno presencial às atividades nas Unidades de atendimento de crianças e adolescentes e no Cephas.

A Instituição se adaptou à nova realidade e apresentou aos funcionários seu Plano de Contingência, com medidas de orientação, prevenção e combate ao coronavírus. 

Confira as ações desenvolvidas:

  • Distribuição de máscaras de tecido e descartáveis nas Unidades;
  • Instalação de totens e dispensers de álcool em gel nos espaços coletivos;
  • Orientações quanto às ações de responsabilidade individual e coletiva, como a lavagem correta de mãos, a importância do distanciamento social, entre outras;
  • Sanitização dos espaços coletivos da Instituição e reforço nos serviços de limpeza e higienização;
  • Distribuição de Atividades pedagógicas para crianças e adolescentes, disponíveis para retirada nas Unidades e entregues nas casas dos atendidos;
  • Aulas remotas para os alunos do Cephas;
  • Treinamentos e HTPC’s remotos com equipes técnicas e pedagógicas, entre outras. 

MAIS NOTÍCIAS
Fundhas